O bairro de Realengo e sua história – VOU DE DRONE

23



Para o vídeo de hoje eu decolo do bairro onde nasci e fui criado.

Um extenso e populoso bairro, localizado na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Com uma história riquíssima, que você vai conhecer agora.

E, como não poderia deixar de ser, com belíssimas imagens aéreas captadas pelas lentes do meu drone.

Vou sobrevoar REALENGO e, você já sabe, VOU DE DRONE

Escolhi como ponto de decolagem, a Praça de Realengo, bem no centro do bairro, que tem o nome de Praça Padre Miguel, em homenagem ao antigo sacerdote e fundador da Igreja Nossa Senhora da Conceição.

Ela foi construída originalmente em 1758, na antiga Fazenda Piraquara, que ocupava grande parte do bairro… A fazenda acabou sendo vendida e, por isso, ela, a igreja, foi reconstruída aqui, em 1908, tendo como pároco o Mons. Miguel de Santa Maria Mochon, o Padre Miguel, como era carinhosamente chamado pelos seus paroquianos.

Ele era espanhol, da região de Andaluzia e também era médico.

Segundo aqueles que escreveram a sua biografia, ele, muito doente, mas paciente e resignado, previu, aos 67 anos, a sua morte para o dia 19 de março, solenidade de São José, patrono da Igreja, do qual era devotíssimo.

No dia previsto por ele, uma multidão, logo nas primeiras horas do dia, foi até a igreja para saber notícias do Padre, e constataram a sua morte, o que resultou em grande consternação.

O testamento deixado por Padre Miguel, registrado doze dias antes da sua morte, era comentado e refletido por todos, e dizia:

“Nasci pobre, vivi pobre e morro pobre; sou um pobre pecador. Ultimamente, devido a minha enfermidade, eu me tornei neurastênico e malcriado; a todos peço perdão; o que recebi gastei com a Igreja e com os pobres”.

Como hábito da época, foi sepultado nessa Igreja, a qual se dedicou por 40 anos.

Seu trabalho lhe rendeu muito prestígio e admiração. Seu nome não batizou apenas a praça, mas, também foi em sua homenagem o nome dado à estação ferroviária, vizinha a de Realengo e que depois deu origem a outro bairro, também vizinho, o de Padre Miguel… Você, morador da região, sabia disso?

Nessa praça, bem ao lado da Igreja fica um lugar muito especial… a escola onde estudei da 1a a 8a série, o que nós chamávamos, à época, de PRIMÁRIO e GINÁSIO, que é o equivalente ao ENSINO FUNDAMENTAL de hoje em dia… A Escola Municipal Nicarágua.

Não encontrei praticamente nada da história dela na internet, a não ser que em 11 de agosto de 2020 ela completou 85 anos…

Se na internet não tem nada, na minha mente e coração tem muita coisa… muitas lembranças boas… Eu me recordo que fui muito feliz dentro desses portões… as amizades… Os pique-ajuda na hora do recreio… Lembra do pique-ajuda? Legal, né? Minha mãe tinha o cuidado de lavar e passar bem o meu uniforme e eu voltava bem encardido prá casa…

Lembro que aquelas janelas ali no 2º andar eram da sala onde aconteciam as aulas de inglês… a aula era separada, pois, era usado audio visual… e ali era a sala de projeção… será que ainda é assim?

O ensino era muito bom… se não estudasse, ficava reprovado e tinha que repetir de ano… graças a Deus, nunca precisei.

E o ARROZ COM PEIXE, o MACARRÃO COM SALSICHA, o ANGU COM CARNE MOÍDA? Eu adorava… Enquanto escrevo o texto desse vídeo, chego a sentir o gosto da merenda… desde pequeno já gostava de bater um bom prato.

Há várias versões para a origem do nome do bairro: uma delas explica que Realengo origina-se da denominação da região no período imperial de terras realengas de Campo Grande…

REALENGAS, nesse caso, um adjetivo derivado, do português, que nomeava tudo que estava longe do poder real.

Mas, há quem afirme outra versão: Que o nome é uma abreviatura de Real Engenho (um dos subúrbios da Estrada de Ferro Central do Brasil). O argumento é que, como o nome não cabia inteiro na placa no alto dos bondes, abreviava-se: Real Engº. Por esta razão, com o passar do tempo, as pessoas passaram a chamar este bonde de Realengo (- “Vou tomar o Realengo”, diziam) e o nome do subúrbio se consolidou.

Se quer saber como foi, assiste esse vídeo. Tenho certeza que você vai gostar.

Não esqueça de deixar um LIKE, comentar, compartilhar e se inscrever, pois esse é o combustível que vai levar o VOU DE DRONE para cada vez mais longe para trazer imagens, histórias e informações tão legais quanto as desse vídeo mais vezes.

Desde já, te agradeço

Renato Freitas
[email protected]
www.facebook.com/voudedronenoface
www.instagram.com/voudedronenoinsta


PARCEIROS DO CANAL:

— Canal RTH DRONE:
www.youtube.com/rthdrone

— RJ DRONES BRASIL
Tel: (21) 3420-1956
WhatsApp: (21) 97260-9047
Site: rjdronesbrasil.com.br
Manutenção, Serviços de Imagens aéreas e Treinamentos.

Daily Beetle de Kevin MacLeod está licenciada sob uma licença Creative Commons Attribution (
Origem:
Artista:

@wanzamhobby Drone @TIO DVD HOBBIES #mavicmini

realengo, história, domingo espetacular, rede record, record, homenagens, cbn, rio de janeiro, prefeitura, ebc na rede, saudade, assistência, presidente, escola, promovidos, band, jornal da band, padre miguel, eleições, bairros, samba, seu bairro, nossa cidade, mocidade, independente, padre, miguel, feital hoje padre miguel, feital, ônibus, transporte coletivo, batucada, record mg, bairro, rua, crateras, voudedrone, renato freitas, drone, dji, mavic, mini, mavic mini, imagens com drones, drone com camera

Veja mais artigos sobre outros Tecnologia
:https://laidleyview.com/tecnologia

Fonte do artigo
:https://laidleyview.com/

23 Comments

  1. Mais um vídeo top!! Aí bem que desconfiava que tu filava uma merenda das boas na escola… não temos mais escolas públicas como antes… eu sempre estudei em escola pública

    Reply
  2. Opa meu mano, que top registrar a história onde moro há uns 17 anos, a praça do canhão tem esse nome por ter um canhão bem próximo da via, e por isso virou referência. Top top, like meu mano, e quando vem voar comigo? Aguardo convite.

    Reply
  3. Libmanan Channel · Edit

    Hello! Very nice drone shots! It's great view! I really like it! Thanks for showing me a very interesting video! Have a nice day!

    Reply
  4. Muito legal a história de realengo, Po eu trabalho bem ai pertinho, você deve conhecer a rua, Rua Nepumuceno, você mora perto dessa rua? Toda Quinta feira estou ai em Realengo. Gostei muito da Sua narração, ou melhor todas as suas narrações são ótimas. Parabéns Renato;

    Reply
  5. Showw, lado do RJ que poucos conhecem… A imagem daí pra geral sempre é a mesma: ou a parte mais bonita (praias, Corcovado, Pão de Açúcar…), ou a parte do outro extremo como as favelas… Mas esquecem desses bairros que mantém esse aspecto até bucólico. Parabéns pelos vídeos 👏🤙🏼↗️

    Reply
  6. Muito show Renato, parabéns pelo conteúdo. Com o seu passado me faz viajar também no meu quando estudava no colégio Dyla em JPA.

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *